Edição impressa Quer anunciar para Borda da Mata e região? Saiba como

21 de abril – História de Tiradentes

Tiradentes ainda alferes, antes da Inconfidência Mineira
RESUMO
Joaquim José da Silva Xavier, que passou à História com o nome de Tiradentes. nasceu em Minas Gerais, em 1746, ficando órfão aos 11 anos. O Padre Domingos, seu irmão, encarregou-se de instrui-lo, de modo que Joaquim José adquiriu sólidos conhecimentos em relação a seu meio e sua época.
Ingressando na carreira militar, chegou somente até o posto de alferes.
Desgostoso porque não o promoviam, dedicou-se à mineração, mas não obteve sucesso, retomando à cavalaria. Já então o chamavam Tiradentes,pois também trabalha como prático-dentista. A exemplo de muitos outros, entusiasmou-se com as idéias de liberdade decorrentes da Revolução Francesa. Em 1789, chefiou uma conspiração, a Inconfidência Mineira , a qual fracassou, sendo Tiradentes preso no Rio de Janeiro, onde tencionava fazer a propaganda do movimento revolucionário. Após a morte esquartejaram-no, e os pedaços de seu corpo foram colocados em postes de Vila Rica, para que servissem de exemplo ao povo.
Introdução
O nome do líder da Inconfidência Mineira era Joaquim José da Silva Xavier. Nasceu na Vila de São Jose Del Rei (atual cidade de Tiradentes, Minas Gerais) em 1746, porém foi criado na cidade de Vila Rica (atual Ouro Preto).
Biografia
Exerceu diversos trabalhos entre eles minerador e tropeiro. Tiradentes também foi alferes, fazendo parte do regimento militar dos Dragões de Minas Gerais.
Junto com vários integrantes da aristocracia mineira, entre eles poetas e advogados, começa a fazer parte do movimento dos inconfidentes mineiros, cujo objetivo principal era conquistar a Independência do Brasil. Tiradentes era um excelente comunicador e orador. Sua capacidade de organização e liderança fez com que fosse o escolhido para liderar a Inconfidência Mineira. Em 1789, após ser delatado por Joaquim Silvério dos Reis, o movimento foi descoberto e interrompido pelas tropas oficiais. Os inconfidentes foram julgados em 1792. Alguns filhos da aristocracia ganharam penas mais brandas como, por exemplo, o açoite em praça pública ou o degredo.
Tiradentes, com poucas influências econômicas e políticas, foi condenado a forca. Foi executado em 21 de abril de 1792. Partes do seu corpo foram expostas em postes na estrada que ligava o Rio de Janeiro a Minas Gerais. Sua casa foi queimada e seus bens confiscados.
Conclusão : Tiradentes pode ser considerado um herói nacional. Lutou pela independência do Brasil, num período em que nosso país sofria o domínio e a exploração de Portugal. O Brasil não tinha uma constituição, direitos de desenvolver indústrias em seu território e o povo sofria com os altos impostos cobrados pela metrópole. Nas regiões mineradoras, o quinto (imposto pago sobre o ouro) e a derrama causavam revolta na população. O movimento da Inconfidência Mineira, liderado por Tiradentes, pretendia transformar o Brasil numa república independente de Portugal.
Para saber mais : livros e filmes
Filme :

Os Inconfidentes . Joaquim Pedro de Andrade. Brasil, 1972

Livros :
BENTES, Ivana. “Independência ou Morte”. Joaquim Pedro de Andrade: a revolução intimista. Rio de Janeiro : Relume-Dumará, 1996.
BERNADET, Jean-Claude. “O caso Tiradentes: notas ”. Piranha no mar de rosas . São Paulo: Nobel, 1982. RAMOS , Alcides Freire. “ A conjuntura política (1964-1972) e Os inconfidentes ”. Canibalismo dos fracos : cinema e história do Brasil. São Paulo: Edusp, 2002.

Fonte: suapesquisa.com/tiradentes

38 Comments

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado

Protected by WP Anti Spam
 
Copyright Tribuna Popular