Edição impressaConfira a última edição impressa

A Menina Que Há Em Mim

A menina que há em mim
Nunca vai deixar de existir
Muito mais que saber viver
Ela sabe ser feliz
Vive como uma eterna aprendiz
E na inocência de querer crescer

Ah! Se tu soubesses
Que quando a gente cresce
As pessoas brincam e o brinquedo é você
Ah! Se tu soubesses
Que quando a gente cresce
A gente cresce para sofrer
Ah! Se tu soubesses
Que quando a gente cresce
A gente quer voltar a ser você

Ah! Doce menina
O teu jeito me fascina
Tua pureza domina o meu ser
Ah! Grande menina
Por mais que eu amadureça e tenha autodisciplina
Eu nunca vou deixar-te crescer

A menina que há em mim
Espontânea: fala, canta, dança, briga, brinca e sorri
Ama de coração e não vê maldade
Ela ainda sonha e idealiza a felicidade.
Ddsa Carvalho – Borda da Mata

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam