Edição imprensaConfira a última edição impresa

Borda da Mata participa da campanha nacional de combate ao abuso e exploração sexual infantil

O dia 18 de Maio é dedicado, em todo o país, ao combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes. Esta data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, em Vitória/ES, aconteceu o assassinato bárbaro de uma menina de apenas 8 anos de idade após ser estuprada, fato que chocou todo o Brasil inteiro e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. A campanha destaca a data para chamar a atenção de toda a sociedade para participar da luta com esse tipo de abuso.
Em Borda da Mata, o Departamento de Desenvolvimento Social, por meio do diretor Thiago Senna, convidou as escolas da Rede Municipal, a Apae e o Colégio Nossa Senhora do Carmo para trabalhar o tema em sala de aula e participar das atividades no dia da mobilização nacional.
A sexta-feira, 18/05, foi marcada pelo bate-papo da policial civil Carla com os alunos adolescentes da Apae, Escola Municipal Benedita Braga Cobra e Colégio Nossa Senhora do Carmo sobre o tema “Não é engraçado, é muito sério. Muitos casos acontecem e é preciso que estejamos atentos para acolher uma pessoa que é vítima e denunciar o caso. É preciso contar e procurar ajuda.” E ainda completa “a culpa nunca é da vítima, muitos agressores ameaçam, deturpam a história, mas é preciso denunciar e combater.”
No período da tarde, com o apoio da Polícia Militar, os alunos da Escola Municipal Benedita Braga Cobra e Apae, participaram de uma passeata pelas praças centrais com trabalhos desenvolvidos em sala de aula para chamar a atenção sobre a causa. Com uma pausa na caminhada em frente ao Coreto, a coordenadora do Cras, Marcela Machado, falou às crianças sobre a necessidade de denúncia em caso de abuso. Os servidores do Departamento e do Cras também fizeram uma blitz com panfletagem para levar a causa ao maior número de pessoas possível em Borda da Mata.
O diretor do Departamento de Desenvolvimento Social, Thiago Senna, agradece o empenho e participação da Rede Municipal de Educação, Colégio Nossa Senhora do Carmo, Apae, Cras Sebastiana Marques, Polícia Militar, Polícia Civil, Lar Monsenhor Pedro Cintra e toda a comunidade por combater uma causa tão séria como o abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes. Também participou das atividades o prefeito André Marques que na ocasião falou da importância de falar abertamente sobre o tema para que vítimas possam ser amparadas e culpados punidos.
O tema da campanha é “ESQUECER É PERMITIR, LEMBRAR É COMBATER”

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam