Edição impressaConfira a última edição impressa

Caixa aumenta orçamento em R$ 600 milhões para micro e pequenas empresas

A Caixa Econômica Federal reforçou em R$ 600 milhões o orçamento de 2012 para concessão de crédito nas operações PROGER Urbano para micro e pequenas empresas. O valor é proveniente dos recursos liberados pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Até final de dezembro, pessoas jurídicas com faturamento de até R$ 7,5 milhões por ano podem ser beneficiadas.

 

A medida tem como objetivo disponibilizar taxas de juros atrativas para fortalecer a atuação da CAIXA como principal parceira das micro e pequenas empresas. Esta iniciativa faz parte do Programa CAIXA Melhor Crédito, que desde abril promove a democratização do acesso ao crédito para as famílias brasileiras e melhores condições de financiamento para as empresas.

 

Para o diretor executivo de Pessoa Jurídica da CAIXA, Roberto Derziê, a linha de crédito será uma oportunidade de crescimento para o segmento de turismo. “A CAIXA está empenhada em oferecer condições para que as micro e pequenas empresas brasileiras se estruturem para a Copa de 2014 e aproveitem da melhor forma a oportunidade para expandirem seus negócios”, afirma.

 

As linhas de crédito do PROGER podem ser utilizadas para compra de equipamentos e reformas, além de contar com modalidade de capital de giro associado. O prazo máximo das operações é de 48 meses, com carência de até 6 meses, ao custo de TJLP mais 5% a.a. A modalidade PROGER Turismo possui prazos e taxas diferenciadas para atendimento aos segmentos de bares, restaurantes, hotéis e outras empresas do ramo.

 

Outros produtos:

Além das linhas de crédito do PROGER, a CAIXA também disponibiliza para as micro e pequenas empresas modalidades de crédito para financiamento do 13º salário e capital de giro, com prazos de pagamento alongados e carência de até 6 meses.

 

 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam