Edição impressaConfira a última edição impressa

Comunicado importante sobre as Vacinas contra a Covid-19

Secretaria Municipal de Saúde de Borda da Mata

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Borda da Mata, através do Secretário Municipal, Celso do Amaral, esclarece a população em relação a algumas dúvidas sobre a imunização. Em primeiro lugar, ele disse estar satisfeito com os trabalhos realizados pelos profissionais de saúde em relação a aplicação das doses. Também informa que todos os protocolos do Ministério da Saúde estão sendo  seguidos rigorosamente e que em Borda da Mata, nenhuma dose deixou de ser aproveitada, o que o deixa muito contente. Outra dúvida que ele gostaria de esclarecer e que às vezes gera preocupação na população é em relação a quantidade de doses que vem para a cidade. Algumas pessoas imaginam que quando chegam 150 doses, as pessoas do grupo, que está sendo vacinado, vão receber a primeira dose e esperar para ver se chega a segunda dose. Era o contrário, já estava tudo planejado pelo Ministério da Saúde na sua distribuição, quando se diz 150 doses, quer dizer, são 150 pessoas imunizadas com as duas doses. Portanto, quem recebeu a primeira dose, pode ficar tranquilo que a sua segunda dose será aplicada na data certa, sem nenhum atraso. No dia 19 de fevereiro, o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em uma reunião com a Frente Nacional de Prefeitos disse que ia mudar a estratégia de vacinação e ia autorizar os municípios usarem todas as próximas doses enviadas para a 1ª aplicação e não reservar mais para a segunda, isso ocorreu porque, segundo ele, a produção e entrega das segundas doses, já estão asseguradas com material e tempo para serem produzidas. O Presidente da FNP, Jonas Donizete, diz que fará o que o Ministério pedir, mas para isso, a segunda dose tem que estar garantida. No dia 25 de fevereiro, o Ministério da Saúde recuou e pediu que as segundas doses do Coronavac deveriam continuar reservadas.  Até o fechamento desta matéria, a Secretaria de Saúde não havia recebido nenhuma comunicação oficial sobre essas mudanças, mas vai continuar seguindo as recomendações do Ministério da Saúde. O mais importante é ressaltar que qualquer alteração, com certeza, a imunização continuará do mesmo jeito, com a segunda dose garantida. Essas vacinas sempre ficam em lugar seguro na Regional da Saúde ou Secretaria Estadual de Saúde e só são enviadas aos municípios quando é a hora de aplicar, tanto a primeira como a segunda dose. Segundo Celso do Amaral, as pessoas podem ficar tranquilas, que ele espera, em breve, com a disponibilização de mais vacinas, que outros grupos serão atingidos e logo todos estarão livres deste vírus, mas ressalta que,  mesmo com as vacinas, ainda continua importante a prevenção, como uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social, até que todos sejam vacinados.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam