Edição impressaConfira a última edição impressa

Morre, aos 86 anos, o ex-deputado Milton Reis – Natural de Congonhal, ele atuou na ALMG entre 1952 e 1959 e foi também deputado federal

milton reisMorreu nesta quinta-feira (18/2/16), no Rio de Janeiro, o ex-deputado estadual e federal Milton Reis. Ele foi homenageado com um minuto de silêncio na Reunião Ordinária do Plenário. Nascido em Congonhal (Sul), em 1º de maio de 1929, ele era também empresário, advogado, poeta e escritor. A data e o local do velório e do sepultamento ainda não foram definidos pela família.

No início de sua carreira política, filiado ao PTB, Milton Reis elegeu-se suplente de deputado estadual na 2ª Legislatura (1951-1955), assumindo o cargo em 1952. Depois, foi eleito na 3ª Legislatura (1955-1959). Na Assembleia, foi 2º vice-presidente (1955) e 2º secretário (1957). Em seguida, elegeu-se deputado federal para a 4ª e a 5ª Legislaturas (1959-1967).

Com a instituição do bipartidarismo, foi um dos fundadores do MDB, em 30 de março de 1966, tornando-se vice-líder da nova bancada. Integrou diversas CPIs na Câmara dos Deputados e ocupou também o cargo de 2º secretário. Eleito para a 6ª Legislatura (1967-1971), pelo MDB, teve seu mandato de deputado federal cassado e os seus direitos políticos suspensos por força do AI-5, em 16 de janeiro de 1969.

Depois da anistia (1979), voltou à militância e foi eleito novamente deputado federal (1983-1987). Em 1986, elegeu-se deputado constituinte e para o quadriênio 1987-1991. Em março de 1991, assumiu a Secretaria de Estado de Assuntos Metropolitanos, no governo Hélio Garcia.

Milton Reis trabalhou também como jornalista, é membro da Academia Mineira de Letras e publicou obras poéticas e jurídicas. O político deixa a viúva Marina Guimarães Mascarenhas Reis e dois filhos.

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam