Edição impressaConfira a última edição impressa

Profissionais da Saúde Municipal de Borda da Mata participam de capacitação para atendimento de urgências e emergências

Médicos, enfermeiros e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde, divididos em duas turmas, participaram no dia 26 de fevereiro, do treinamento sobre “Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e Parada Cardiorrespiratório (PCR)”, em Jacutinga. O objetivo é a atualização profissional das equipes que atuam nos atendimentos às urgências e emergências. De Borda da Mata, participaram os médicos, enfermeiros e técnicos da Estratégia Saúde da Família e também as equipes de enfermagem do Pronto Atendimento e Epidemiologia.
O curso faz parte de um ciclo de treinamento que o Instituto Social Saúde Resgate à Vida (ISSRV), organização que assumiu o complexo de saúde de Borda da Mata, está promovendo. “Investir na capacitação dos colaboradores é essencial para garantirmos que os pacientes sejam bem acolhidos, recebam um atendimento de qualidade, e para garantir que o paciente sobreviva sem sequelas. Os resultados refletem em uma Saúde Pública mais eficiente e humanizada para todos”, afirma o presidente do ISSRV, Dr. Ricardo Emiliano Rodrigues Sanches. Para a Secretária Municipal de Saúde em Borda da Mata, Rosaly Esther, “a capacitação constante dos profissionais é essencial no projeto de reabertura do hospital para atender a população do município com qualidade e de maneira humanizada. Além disso, os profissionais que atuam diretamente nos bairros também receberam o treinamento para aprimorar a aptidão em atender sempre da melhor maneira.”
O médico Rafael Lahiri Namur, que atua na UBS do bairro Santa Cruz em Borda da Mata, aprovou o treinamento. “Foi uma excelente experiência. Recomendo, e digo que valeu muito, aprendemos muito sobre esse tema de grande relevância que é o PCR/IAM”, destacou o doutor da Estratégia Saúde da Família.
O curso foi ministrado pelo médico Dr. Heleson de Castro, que na ocasião, falou sobre os protocolos mundiais preconizados pela Associação Americana, referência em diretrizes na área. “A gente sabe que a PCR (parada cardiorrespiratória) acomete muitas pessoas no mundo. Por isso, estar bem treinado, saber exatamente o que fazer nesses casos, de forma rápida, melhora as chances de sobrevida do paciente e pode salvar vidas”, explicou. Além das apresentações teóricas, a capacitação também conta com “estações de treinamento práticas”, com a utilização de bonecos para a simulação da rotina de atendimento.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam