Edição impressaConfira a última edição impressa

Busque a Deus no seu dia a dia

A vivência da nossa fé deve corresponder ao que somos. É um erro querermos viver uma espiritualidade distinta, pois se torna “aérea”, inconstante e até mesmo enganosa; ela não nos sustenta, não nos vitaliza porque não está de acordo com que somos, com aquilo que vivemos concretamente; resulta numa fé desencarnada.

 

Espiritualidade não é outra coisa que nosso relacionamento com Deus, expressando-se em atos que realizamos, em atitudes que nutrimos, em meios que utilizamos para manter, cultivar, fazer crescer e expressar esta relação. Implica num relacionamento muito estreito com Deus, numa maneira muito concreta de viver com Ele e para Ele. Damos ao Senhor, continuamente, o louvor da atividade, das energias gastas, do tempo consumido, do cansaço, dos frutos conquistados.

A atitude orante perpassa todo o nosso dia e a nossa atividade; na oração que brota espontânea daquilo que vivemos em cada momento. Oramos buscando inspiração para o que temos de fazer. Pedimos Sua orientação. Reclamamos Sua presença, Sua intervenção nos momentos difíceis, nas decisões complicadas. Rogamos buscando força, coragem. Não resta dúvida: é a oração certamente mais vivida, mais concreta, mais real, mais direta, mais bem expressa.

É uma espiritualidade muito simples, mas percebemos, na prática, que tocamos nas fontes de um relacionamento verdadeiro, íntimo, concreto e crescente com Jesus, com o Pai e com o Espírito Santo. Este caminho de espiritualidade é um presente de Deus!

Seu irmão,
Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP). É um dos religiosos que mais se destacou utilizando os meios de comunicação na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina. Autor de 48 livros, Cd´s e DVD´s, além de várias palestras em áudio e vídeo.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam