Edição impressaConfira a última edição impressa

Confins é maior preocupação para Copa do Mundo em BH

A situação em Minas é das mais confortáveis quanto ao cumprimento das exigências da Federação Internacional de Futebol (Fifa) para a Copa do Mundo de 2014, mas empecilhos relacionados a indenizações necessárias a algumas das obras em Belo Horizonte e à maior agilidade na ampliação do Aeroporto Internacional de Confins ainda precisam ser vencidos. Esse foi um dos destaques do II Fórum Legislativo nas Cidades-Sedes da Copa de 2014, aberto na manhã desta segunda-feira (6/6/11) pelo presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro (PSDB).“Minas vai revelar um quadro extraordinário e mostrar a seriedade de sua gestão pública. O Estado está preparado para recepcionar a Copa e Belo Horizonte, para sediar a festa de abertura”, afirmou o presidente da ALMG, que também elogiou a iniciativa do fórum, realização do Senado e da Câmara dos Deputados, por meio das Comissões de Desenvolvimento Regional e Turismo e do Desporto e Turismo, respectivamente. À tarde, parlamentares federais fariam visita técnica ao estádio do Mineirão e ao Aeroporto de Confins. Para Dinis Pinheiro, o encontro de Belo Horizonte vai servir para atestar a competência de Minas para abrigar o megaevento esportivo.Também destacando a importância do fórum, o vice-governador Alberto Pinto Coelho ressaltou ser o Parlamento o palco das discussões dos temas relevantes de interesse para a população. “É uma iniciativa que veio em boa hora e Minas dá exemplo já reconhecido de sua grande preocupação com a Copa e com uma gestão pública eficiente”, disse. Na sua avaliação, um planejamento estratégico integrado será responsável pelo êxito da Copa do Mundo e, antes dela, também da Copa das Confederações.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam