Edição impressaConfira a última edição impressa

Liderança & Atitudes

Tudo o que vem até você é atraído pela maneira como você pensa e pelas imagens que você guarda em sua mente. Esta é a diferença que faz com que 1% da população mundial ganhe cerca de 96% do dinheiro que é gerado no Planeta”.  Gilclér Regina

___

São coisas que os babilônios já sabiam assim como também Platão, Shakespeare, Newton, Beethoven, Einstein… Todo esse comportamento da mente é transformado em atitudes diárias do ser humano que define o sucesso e que percebemos no trabalho de liderança que é desenvolvido dentro das empresas.

Uma empresa começa quebrar cinco anos antes e a razão concentra-se, em geral, nas atitudes de liderança. Existem dois tipos de atitudes que fazem um negócio quebrar. Assim, o ser humano também tem sempre dois pensamentos, um que o aproxima da felicidade e outro que o afasta dela e irá vencer o jogo da vida aquele que for mais bem alimentado.

Já vi muitas empresas quebrarem por estas duas situações igualmente nocivas ao negócio. A primeira são pessoas que não sabem delegar, que tem que se meter em tudo e se irritam até com a posição do cafezinho na sala… Opinam até em qual marca de sabonete se deve ou não comprar! Aliás, estes enfartam cedo.        

Em segundo, está o despreocupado por completo, aquele que faz de conta que é míope e “não enxerga” muitas coisas… Prefere não despedir para não queimar sua imagem, vai relevando os erros daqueles que sempre chegam atrasados, usam o “face” e o “whatsap” para fins pessoais na hora do trabalho… São aqueles que seguem a música “deixa a vida me levar”… E acaba levando mesmo.

A própria equipe começa a pensar que se nem o “chefe” se preocupa, muito menos eles devem se preocupar…

Na primeira situação o resultado é desastroso, causando um constante mal estar, um ambiente carregado. Na segunda, sentem o desleixo daquele que deveria ser o exemplo e sentem-se inseguros e não apostam no futuro da empresa nem de suas carreiras por lá.

O líder verdadeiro aposta no negócio, nas tecnologias, mas acima de tudo, nas pessoas e sabe que elas devem fazer a diferença, focadas no negócio, comprometidas e não apenas envolvidas e que todos, sejam quais sejam os cargos, devem ter uma meta, um grande objetivo, tudo centrado nos ideais e propósitos do negócio.

Aprendi com minha mãe um velho ditado que diz que quem queimou a língua com sopa quente não esquece de soprar a próxima vez.

Na empresa, nós podemos delegar, compartilhar, persuadir, determinar, conforme as equipes e o nível de tarefa exigido… Mas não faz mal a ninguém repaginar sempre o terreno para ver como as coisas estão fluindo…

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

 

* Gilclér Regina, palestrante de sucesso, escritor com vários livros, CDs e DVDs motivacionais que já venderam mais de seis milhões de exemplares. Clientes como General Motors, Basf, Bayer, SEBRAE, Caixa, Banco do Brasil compram suas palestras. Mais de 3000 palestras realizadas no país e exterior.

 

        

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam