Edição impressaConfira a última edição impressa

Feira Tecnológica do Inatel de Santa Rita do Sapucaí comemora 30 anos com projetos inovadores

De 27 a29 de outubro será realizada a 30ª edição da Feira Tecnológica do Inatel, que reúne projetos desenvolvidos pelos alunos dos cursos de engenharia e tecnologia do Instituto. Cerca de 50 projetos serão apresentados aos visitantes, que incluem estudantes do Ensino Médio, de outras instituições de Ensino Superior e muitos empresários.

Para comemorar os 30 anos do evento que se tornou uma vitrine de talentos várias novidades foram implementadas. As equipes tiveram que cumprir prazos e passar por etapas eliminatórias. Palestras, reuniões e minicursos foram promovidos para esclarecer possíveis dúvidas técnicas dos alunos. Em mês antes da feira os grupos apresentaram protótipos dos projetos para avaliação dos professores. De acordo com o coordenador da Fetin, professor Bruno de Oliveira Monteiro, essas ações objetivaram melhorar a organização dos alunos, que puderam conceber melhor os processos de montagem do projeto e, com isso, investiram mais na qualidade do trabalho.

Com produtos mais estruturados, a Fetin atraiu empresas que irão premiar os projetos em categorias pré-definidas: sustentabilidade, tecnologia assistida, inovação, viabilidade mercadológica, tecnologia a servi¬ço da segurança e idioma sem fronteiras. A premiação será paralela à tra¬dicional avaliação feita pelo júri, composto por professores e empresários.

A maioria dos projetos foi idealizada com foco em segmentos com demanda de produção crescente. Um dos exemplos é a máquina coletora de latas usadas. No aparelho, a pessoa deposita a latinha e recebe um crédito que pode ser um vale alimentação ou até mesmo dinheiro. “O importante é incentivar as pessoas a reciclarem”, afirmou Allisson Aislan Lacerda, membro da equipe e aluno do 6º Período de Engenharia de Telecomunicações.

Unir inovação, tecnologia e inteligência humana foi a ideia da equipe de Éric Akira Issami, aluno do 7º Período de Engenharia de Telecomunicações. O grupo prepara um programa de controle por ondas celebrais que poderá fazer um braço mecânico mexer e, com isso, ser utilizado em cirurgias na área de biomédica. “A expectativa para a Feira é fazer da ideia um sucesso”, revelou Eric.

Histórias de sucesso

Participar da Fetin pode trazer muito mais do que apenas novos aprendizados e conhecimentos. Vários ex-alunos que desenvolveram um projeto para a feira, montaram sua própria empresa e estão consolidados no mercado. Este foi o caminho do ex-aluno Mario Lapin. O projeto que deu origem ao que hoje é a Virgo Game Studios, empreendimento de jogos eletrô¬nicos, com sede em São Paulo, foi apresentado na Fetin em 2004. “O estímulo de apresentar na feira, definindo uma meta com data e local, foi decisivo para motivar o investimento de incon¬táveis horas de reflexão, pesquisa, concepção, desenvolvimento e testes. Serviu também como um primeiro termômetro da proposta de inova¬ção”, afirmou o diretor da Virgo.
 
Alexandre Abdalla Junior estará na Fetin pela segunda vez. Com o projeto Pisque, a equipe de Júnior foi campeão em 2010, e a ideia de criar uma empresa já foi discutida pelo grupo. “A Fei¬ra Tecnológica é uma das atividades que mais integram o aluno do Inatel à realidade de como funciona o mercado lá fora. A equipe não passa de uma empresa: os integrantes são os sócios e o projeto é o produto.”

Desafios para estudantes do Ensino Médio

Além da exposição dos projetos, a Fetin oferece uma programação especial aos alunos de escolas do Ensino Médio, com visitas aos laboratórios do Inatel, workshop de eletrônica e o Desafio Mão na Massa, quando os estudantes serão desafiados a montar uma ponte utilizando macarrão.

As escolas interessadas devem inscrever as caravanas no site www.inatel.br/fetin. Outras informações pelo telefone (35) 3471-3206.

PROGRAMAÇÃO DA FETIN

Quinta-feira 27/10
18h às 22h

Sexta-feira 28/10
16h às 22h
Sábado 29/10
9h às 12h

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam