Edição impressaConfira a última edição impressa

Homem ataca Policiais Militares com facão, troca tiros no bairro Gaspar e vem a óbito

No dia 13 de outubro, quarta-feira, por volta das 20h40 no bairro Gaspar, a guarnição policial estava de posse de informações de que um morador da zona rural estaria portando irregularmente duas armas de fogo, que seriam provavelmente uma garrucha e um revólver. A denúncia teria acontecido por conta de uma desavença durante o último feriado, quando um boi do autor teria rompido os limites de uma propriedade vizinha, e durante conversa do vizinho com o autor, este teria lhe ameaçado com um revólver. As equipes policiais então deslocaram até o local para verificar a veracidade dos fatos. Durante o deslocamento foi feito contato com vizinhos próximos, que confirmaram ser o autor uma pessoa difícil de lidar, e que ostentava armas de fogo para qualquer um que o contrariasse, e para quem quisesse ver, no sentido de intimidar as pessoas, e que sempre havia confusões na região com seu nome sendo citado. Para acessar o local onde o autor residia, foi necessário passar por dentro de outra propriedade, tendo um morador alertado os militares sobre a índole e a disposição para enfrentamento do autor, e também confirmou que ele estaria de posse de arma de fogo. Os policiais militares chegaram então próximo da porteira de entrada do sítio, onde chamaram pelo autor. Este saiu da residência e permaneceu no terreiro da casa, respondendo as indagações dos militares, em princípio em tom normal de conversa. Os militares solicitaram-lhe autorização para adentrar sua propriedade para que pudessem conversar, sendo autorizado pelo morador. Um policial então começou a parlamentar com o autor sobre a denúncia recebida de uma possível discussão com um vizinho e que queria saber mais sobre o ocorrido e verificar possíveis irregularidades, como suposto porte irregular de arma de fogo, momento no qual o autor alterou imediatamente seu estado emocional e se mostrou irritado, dizendo que não havia feito nada, xingando os militares e dizendo que não o levariam, mesmo nada lhe tendo sido dito sobre uma possível prisão. Ele então retornou para dentro do seu imóvel, mantendo a porta de acesso entreaberta, momento no qual o militar que estava mais próximo dele, ainda conversando com o autor, foi surpreendido com um golpe de facão que  atingiu o joelho, fazendo com que caísse ao chão, e então sofreu outro golpe do autor, que lhe atingiu na parte anterior do crânio, causando intenso sangramento nos dois ferimentos. Neste momento outro militar que estava mais próximo socorreu o militar lesionado e o levou para fora da casa, a um local mais seguro, no mesmo momento em que o autor sacou um revólver calibre .32 e começou a disparar em direção aos militares, pela porta e janela. Diante da injusta agressão atual, os militares efetuaram disparos de preservação da vida em direção ao autor, pela porta e janela da casa, no intuito de que cessassem as agressões. Após alguns momentos o autor parou de disparar contra os militares, tendo um destes parlamentado com o autor, ordenando-lhe que parasse de atirar contra os militares, e que jogasse a arma de fogo para fora da casa, pela janela, porém o autor não obedeceu, recarregou sua arma de fogo, e recomeçou a disparar contra os militares, de dentro da casa, inclusive colocando o braço para fora da janela para conseguir atingir os locais onde os militares estavam, sendo necessário realizar novos disparos no intuito de cessarem as agressões. Após alguns momentos o autor parou de efetuar disparos, tendo os militares adentrado a residência, sendo necessária a utilização de uma marreta para arrombar a porta, que estava trancada, e encontrado o autor no chão, ainda com vida, e a arma e o facão (com resquícios de sangue) utilizados próximos a ele. Os materiais relacionados ao crime foram apreendidos e o autor e o militar lesionado foram imediatamente socorridos, levados a atendimento ao Pronto-Socorro municipal de Borda da Mata.  O autor deu entrada no Pronto-Socorro já sem vida, tendo o militar lesionado sido atendido e posteriormente transferido para o Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, onde passou por atendimento ortopédico e permaneceu em observação. O militar posteriormente foi liberado e recupera-se bem. As providências de Polícia Judiciária Militar foram tomadas em desfavor dos militares envolvidos, conforme procedimento de praxe.

 

 

Polícia Militar prende mulher com mandado de prisão em aberto no bairro Santa Rita

 

No dia 01 de Outubro, sexta-feira, por volta das 15h no bairro Santa Rita, a guarnição PM recebeu informações via 190, que havia uma mulher com mandado de prisão em aberto, sendo localizada e dada voz de prisão, posteriormente foi apresentada a Delegacia de Polícia Civil, para as demais providências.

 

Polícia Militar prende homem por uso e consumo de drogas no centro da cidade

 

No dia 01 de Outubro, sexta-feira por volta das 17h30m, durante Operação Batida Policial na área central, a PM deparou com dois indivíduos que estavam sentados na praça ao lado de um parquinho utilizado por crianças, os quais demonstraram nervosismo ao avistar a viatura policial, sendo então realizada a abordagem e busca pessoal nos suspeitos, sendo localizado com um dos abordados uma bucha de substância análoga a maconha. Diante disso, o autor foi preso e registrado o T.C.O.(Termo Circunstanciado de Ocorrência).

 

Polícia Militar prende homem com mandado de prisão em aberto no bairro Santo Antonio

 

No dia 05 de Outubro, terça-feira, por volta das 17h25 no bairro Santo Antônio, a guarnição PM recebeu informações via 190, que havia um homem com mandado de prisão em aberto, sendo este localizado na sua residência e ao consultar os seus dados no sistema informatizado, realmente constava um mandado de prisão em aberto devido ao crime de embriaguez ao volante e lesão corporal, sendo dada voz de prisão ao autor e apresentado a Delegacia de Polícia Civil, para as demais providências.

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam