Edição impressaConfira a última edição impressa

Valor das vendas de carne suína para Rússia aumenta 327,5% em agosto

Aumento de 387% no volume exportado possibilitou faturamento de US$ 38 milhões

O aumento das vendas das carnes bovina e suína no mês de agosto de 14,9% e 9,3%, respectivamente, em relação ao mesmo mês do ano passado, teve ainda outro destaque expressivo: ampliação de 97% das exportações para a Rússia, que adquiriu US$ 126,7 milhões desses produtos.

As exportações das duas carnes somaram US$ 658 milhões no período. Relativo à quantidade, os aumentos foram de 28,7% para carne bovina, de 90 mil para 116 mil toneladas (t), e de 17,6% para suína (de 46 mil para 54 mil t).

No oitavo mês deste ano, a Rússia importou US$ 88,6 milhões (21,8 mil t) de carne bovina, alta de 62% sobre agosto de 2011. O Irã foi o segundo maior comprador (US$ 67 milhões e 14,3 mil t), seguido pela região administrativa chinesa de Hong Kong (US$ 60,7 milhões e 17,4 mil t), Egito (US$ 57,2 milhões e 14,8 mil t) e Chile (US$ 41,6 milhões e 7,4 mil t).

Quanto à carne suína, foi ainda mais expressivo o aumento das vendas ao país russo: 327,5% em relação ao faturamento e 387% sobre o volume do mesmo mês do ano passado (US$ 38 milhões e 14,2 mil t). Na sequência, vêm a Ucrânia (US$ 28 milhões e 11,6 mil t), Hong Kong (US$ 24,5 milhões e 10,3 mil t), Argentina (11 milhões e 3,5 mil t) e Angola (US$ 8,1 milhões e 4,2 mil t).

As informações são da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a partir dos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected by WP Anti Spam